Indisponibilidade do Sistema Eletrônico de Execução Unificado - SEEU

Prezados(as) senhores(as),

O SEEU passou por muitas mudanças nos últimos meses, a fim de que pudesse habilitar-se para funcionar em ambiente de nuvem. Desde o último sábado, as equipes do CNJ (DMF/PNUD e DTI), EMBRATEL/Amazon/Claro e voluntários de diversos tribunais trabalham com afinco e focados nesse objetivo, buscando concluir esse procedimento de maneira exitosa. 

A colocação do SEEU em ambiente de nuvem é um projeto ambicioso, de elevada complexidade técnica. Após a realização de testes de performance realizados no período de migração da aplicação, todos os indicativos de que o sistema apresentaria um comportamento normal fizeram-se presentes. As equipes, todavia, mobilizaram-se e em prontidão para atuar nas correções que se fizessem necessárias.

Apesar do esforço e das cautelas adotadas, o sistema apresentou instabilidade e intermitência de acesso nos dois primeiros dias de funcionamento pós-migração. Especialistas nas áreas de infraestrutura, de sistema e de negócio, juntaram-se para identificar as causas do problema. É com imensa satisfação que comunicamos a liberação, esta noite, de uma versão considerada estável em seus aspectos e particularidades técnicas e funcionais. 

Nesta oportunidade gostaríamos de destacar a parceria e a cumplicidade de diversos usuários (a quem carinhosamente denominamos de associados) do sistema, os quais nos subsidiaram informações de melhorias criadas após a realização de inúmeros testes voluntários, para além das contribuições da equipe técnica de tecnologia da informação do TJPR (DTIC-PR). 

A partir de hoje, 19/02, seguiremos corrigindo aspectos funcionais, dimensionando a infraestrutura do sistema para que apresente o melhor desempenho com o melhor uso dos recursos públicos alocados. Esperamos liberar versões emergencialmente ao longo de todo o dia, avisadas com 2h de antecedência, para corrigir outros aspectos e particularidades fundamentais, devido a isto será incluída prorrogação de prazos para esta sexta-feira. 

Na próxima semana retornaremos ao fluxo normal de 2 a 3 atualizações semanais liberadas a partir das 20h, horário de Brasília. 

Atenciosamente,
DMF e DTI
Conselho Nacional de Justiça


Visualizar os avisos internos (acesso restrito).