Comitê de Governança de Tecnologia da Informação
Rua Álvaro Millen da Silveira n. 208, Centro, Florianópolis/SC, CEP 88020-901
O Comitê de Governança de Tecnologia da Informação - CGovTI, formado por magistrados e servidores, objetiva desenvolver a governança de tecnologia da informação por meio da coordenação e aplicação de diretrizes estratégicas para a liderança, estrutura organizacional e processos de TI que garantam os objetivos institucionais deste Poder Judiciário.

Coordenador
Desembargador Rodrigo Collaço

Membros
Desembargador Moacyr, de Moraes Lima Filho, 1º Vice-Presidente
Desembargador Henry Goy Petry Junior, Corregedor-Geral da Justiça
Carolina Ranzolin Nerbass Fretta, Juíza de Direito
Laudenir Fernando Petroncini, Juiz de Direito
Maurício Walendowsky Sprícigo, Diretor-Geral Judiciário
Rodrigo Granzotto Peron, Diretor-Geral Administrativo
Rafael Giorgio Ferri, Diretor de Tecnologia da Informação

As competências do CGovTI estão previstas no art. 3º da Resolução GP n. 31, de 26 de junho de 2018:

  • definir políticas, estratégias e metas de governança de tecnologia da informação em consonância com o planejamento estratégico do Poder Judiciário do Estado de Santa Catarina e acompanhar sua implementação e execução;
  • definir princípios, diretrizes e prioridades para gestão, uso e projetos de tecnologia da informação;
  • promover, orientar e supervisionar o orçamento destinado a implementar projetos e ações que visem aprimorar a governança de tecnologia da informação;
  • avaliar e aprovar o Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação - PETI e o Plano Diretor de Tecnologia da Informação - PDTI;
  • estabelecer as prioridades de investimentos e aprovar o Plano Anual de Contratações de Tecnologia da Informação e suas alterações;
  • deliberar sobre a estruturação e o aperfeiçoamento de processos de governança de tecnologia da informação;
  • monitorar os indicadores de desempenho e os resultados decorrentes da implementação das estratégias e metas de governança de tecnologia da informação;
  • priorizar projetos e ações de tecnologia da informação no âmbito do Poder Judiciário do Estado de Santa Catarina;
  • acompanhar e controlar a implementação das ações vinculadas ao processo de transformação digital do Poder Judiciário do Estado de Santa Catarina; e
  • promover o intercâmbio de informações e de soluções de tecnologia da informação com outros órgãos.