Comitê de Governança de Tecnologia da Informação
(48) 3287-2300
Rua Álvaro Millen da Silveira n. 208, Centro, Florianópolis/SC, CEP 88020-901
O Comitê de Governança de Tecnologia da Informação - CGovTI, formado por magistrados e servidores, objetiva desenvolver a governança de tecnologia da informação por meio da coordenação e aplicação de diretrizes estratégicas para a liderança, estrutura organizacional e processos de TI que garantam os objetivos institucionais deste Poder Judiciário.

Coordenador
Desembargador Ricardo Roesler

Membros
Juiz de direito Alexandre Morais da Rosa
Juiz auxiliar da Presidência Romano José Enzweiler
Maurício Walendowsky Sprícigo, Diretor-Geral Judiciário
Rodrigo Granzotto Peron, Diretor-Geral Administrativo
Anna Claudia Kruger, Diretora de Tecnologia da Informação

As competências do CGovTI estão previstas no art. 3º da Resolução GP n. 31, de 26 de junho de 2018:

  • definir políticas, estratégias e metas de governança de tecnologia da informação em consonância com o planejamento estratégico do Poder Judiciário do Estado de Santa Catarina e acompanhar sua implementação e execução;
  • definir princípios, diretrizes e prioridades para gestão, uso e projetos de tecnologia da informação;
  • promover, orientar e supervisionar o orçamento destinado a implementar projetos e ações que visem aprimorar a governança de tecnologia da informação;
  • avaliar e aprovar o Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação - PETI e o Plano Diretor de Tecnologia da Informação - PDTI;
  • estabelecer as prioridades de investimentos e aprovar o Plano Anual de Contratações de Tecnologia da Informação e suas alterações;
  • deliberar sobre a estruturação e o aperfeiçoamento de processos de governança de tecnologia da informação;
  • monitorar os indicadores de desempenho e os resultados decorrentes da implementação das estratégias e metas de governança de tecnologia da informação;
  • priorizar projetos e ações de tecnologia da informação no âmbito do Poder Judiciário do Estado de Santa Catarina;
  • acompanhar e controlar a implementação das ações vinculadas ao processo de transformação digital do Poder Judiciário do Estado de Santa Catarina; e
  • promover o intercâmbio de informações e de soluções de tecnologia da informação com outros órgãos.