Corpo de Formadores

Considera-se formador todo o agente indicado no artigo 1º da Resolução GP n. 18/2015 (docente, instrutor, coordenador, tutor, monitor, avaliador, orientador, conteudista, moderador, supervisor, facilitador, líder e integrante de projeto de pesquisa).

Para iniciar o processo de ingresso no quadro de formadores da Academia Judicial, é necessário preencher o cadastro e, quando solicitado, encaminhar a respectiva documentação à Secretaria Acadêmica.

No caso específico de orientadores de residentes judiciais, as diretrizes de orientação constam da Resolução Cejur n. 1/2015.