Conheça o seu lixo
Resíduos recicláveis

São os resíduos que podem se transformar em matéria-prima para novos produtos. Devem ser encaminhados para associações/empresas especializadas para triagem e revenda à indústria.

 

Papel

Plástico

Vidro

Metal

Papel limpo e seco

Garrafa PET

Frasco

Lata

Revista

Tampa

Pote

Ferro

Papelão

Pote

Garrafa

Chapa

Saco

Frasco

Copo

Fio

Caixa

Tetra-pak

Vidros sem película

Sucata

Embalagens de papel não-plastificado

Embalagens plásticas

Lâmpadas não-fluorescentes

 

 
Rejeitos ou lixo sujo

Não podem ser reciclados pela indústria, por razões comerciais ou técnicas. O destino é o aterro sanitário. No processo de decomposição do lixo, a transformação da matéria produz gás e chorume (poluentes). O processo pode levar de meses a milênios.

 Lixo sujo e outros rejeitos

Lixo de banheiro

Espelho

Palha de aço

Fralda

Vidro temperado ou laminado

Fotografia

Papel de bala ou chocolate

Fita adesiva

Acrílico

Papel molhado ou engordurado

Esponja

Cerâmica e porcelana

 
Resíduos perigosos

São resíduos que contém um ou mais de um tipo de substância potencialmente contaminante. Oferecem riscos à natureza e à saúde humana se descartados e/ou manuseados indevidamente. Alguns podem ser reciclados após descontaminação por empresa especializada, como é o caso das lâmpadas fluorescentes. Quando a reciclagem não é possível, são encaminhados para o aterro industrial.

Tipos de resíduos perigosos: lâmpadas fluorescentes, baterias, resíduos eletroeletrônicos, pó de toner, pilhas, medicamentos e bitucas de cigarro.

Resíduos orgânicos

São folhas de jardim, poeira e restos de alimentos que tenham como destino a compostagem (produção de adubo). Você pode encaminhar o resíduo orgânico ou fazer compostagem em casa. Já o óleo de cozinha não pode ser descartado como lixo sujo ou orgânico por ser poluente. Veja como descartar o óleo de cozinha.