Acusados de homicídio de grávida no sul de SC têm prisão convertida em preventiva

Os dois homens acusados do feminicídio de uma mulher grávida de sete meses, ocorrido em uma cidade do sul de Santa Catarina na manhã da última quarta-feira (14/10), tiveram prisão preventiva decretada em audiência de custódia realizada na tarde de ontem (15).

O ex-companheiro da vítima, acusado de desferir os disparos que causaram sua morte, fugiu de carro logo após o crime juntamente com seu irmão, que teria auxiliado na fuga. A dupla foi presa no município de Itapema, a mais de 280 quilômetros do local do crime. O processo tramita em segredo de justiça.

Ouça o nosso podcast.

Conteúdo: Assessoria de Imprensa/NCI
Responsável: Ângelo Medeiros - Reg. Prof.: SC00445(JP)

Copiar o link desta notícia.