Computadores doados vão garantir inclusão digital para jovens em acolhimento na Serra

Adolescentes de nove serviços de acolhimento institucional da Serra Catarinense terão a comunicação com escolas e as famílias facilitadas com a chegada de computadores doados para o Programa Novos Caminhos. Nesta semana (19/11), o Poder Judiciário catarinense e a Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) entregaram quatro equipamentos para duas casas de acolhimento de Lages. Outros sete serão distribuídos nos próximos dias para Bom Retiro, São Joaquim, Correia Pinto, Anita Garibaldi, Campo Belo do Sul, Otacílio Costa e Bocaina do Sul.

Os parceiros do programa, que conta ainda com a Associação dos Magistrados Catarinenses (AMC) e outras cinco entidades, identificaram como a inclusão digital é frágil entre as crianças e adolescentes em situação de acolhimento. A pandemia revelou e fez emergir essa realidade. Muitas das casas têm apenas um computador que é usado exclusivamente pelos profissionais em suas atividades de trabalho. A partir desse diagnóstico, a Fiesc convidou empresários catarinenses a abraçarem a campanha e contribuírem com a doação de computadores ou notebooks.

"Vocês não fazem ideia do quanto esses computadores são importantes e irão ajudar. Nossos acolhidos vão poder estudar, fazer os cursos de qualificação e conversar com os familiares. Por conta da pandemia, as visitas presenciais não podem ocorrer. Então, fazemos as aproximações em chamadas de vídeo pelo celular", destacam as coordenadoras do Serviço de Acolhimento Institucional para Crianças e Adolescentes - SAICA I e II, Vanuza Brunetta e Valdirene Chagas.

O juiz Ricardo Alexandre, titular da Vara da Infância e Juventude da comarca de Lages, reforça que diante do cenário incerto ocasionado pela crise sanitária é extremamente importante contar com parceiros. "Temos que agradecer as empresas que se dispõem a ajudar os adolescentes e jovens que buscam por um futuro melhor. Certamente, a doação terá grande contribuição na vida dessas pessoas".  A Engie dou 40 notebooks e 20 computadores para serem distribuídos nas regiões da Serra, Norte e Vale do Itajaí.

A gerente regional do Sesi/Senai na Serra Catarinense, Silvia De Pieri Oliveira, ressalta que qualquer doação é bem-vinda e caso os equipamentos não estejam prontos para uso, o Senai pode fazer a manutenção necessária. "Sabemos o quanto as máquinas fazem falta. Por essa razão, e em especial nesse momento de distanciamento e aulas online, podemos ceder para as casas de acolhimentos algumas que estão desuso no Sesi", oferece.

O Programa Novos Caminhos, iniciativa do TJSC, AMC e FIESC e outros parceiros, objetiva capacitar e inserir no mercado de trabalho adolescentes residentes nos serviços de acolhimento de Santa Catarina. Atualmente, cerca de 1.300 crianças e adolescentes catarinenses estão acolhidos. As duas unidades de Lages abrigam 35 deles. 

Imagens: Divulgação/Comarca de Lages
Conteúdo: Assessoria de Imprensa/NCI
Responsável: Ângelo Medeiros - Reg. Prof.: SC00445(JP)

Copiar o link desta notícia.