Voltar

Cultura organizacional orientada por dados ganha espaço no Judiciário catarinense

A incorporação dos novos painéis de Business Intelligence (BI) no primeiro grau de jurisdição já garantiu avanços na gestão das unidades judiciárias de todo o Estado. Disponibilizada pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina e pela Corregedoria-Geral da Justiça, a ferramenta permite que dados de diversos segmentos do Judiciário catarinense sejam agrupados, filtrados, hierarquizados e exibidos em gráficos didáticos e interativos.

Em quatro meses de operação, as unidades judiciárias do primeiro grau de jurisdição acessaram os painéis de BI por 42 mil vezes. Entre as opções disponíveis, destaca-se o Painel Gerencial da Unidade, que somou mais de 1,8 mil visualizações entre 217 unidades judiciárias em apenas 20 dias de lançamento. A Vara de Sucessões e Registros Públicos da comarca da Capital, a Vara da Família, Órfãos, Infância e Sucessões da comarca de Tubarão e a 2ª Vara Cível de Caçador estão entre as unidades com maior frequência de interações com a ferramenta. 

O juiz-corregedor do Núcleo de Estudos, Planejamentos e Projetos da Corregedoria, Silvio José Franco, explica que a ideia de disponibilizar dados em ferramentas como a de BI, com informações resumidas em uma interface amigável, é contribuir para que o gestor tenha em mãos relatórios capazes de fornecer os pontos de represamento de sua unidade e assim empregar esforços na formação do planejamento com seus colaboradores. "Ficamos muito felizes com os resultados colhidos, os quais indicam que as unidades estão procurando cada vez mais essas tecnologias que vieram para acrescentar ao gestor uma visão macro da saúde da unidade, contribuindo para a formação da cultura organizacional orientada por dados, a qual, a par do excelente trabalho manual e intelectual dos nossos servidores e magistrados, revela-se importante alicerce no gerenciamento das varas", avalia.

Magistrados já adaptados ao uso dos painéis comemoram os avanços alcançados com o recurso. Em menos de dez dias de trabalho, a juíza Liana Bardini Alves, da Vara da Família, Órfãos, Infância e Juventude de Tubarão, conta que foi possível baixar os processos conclusos de 864 para 277. "É uma ferramenta essencial para observar o que há no acervo, o que está há mais de 365 dias, o que está há mais de 180 dias, qual é o histórico da Vara. Me ajudou a ver onde estavam os gargalos da unidade para que eu pudesse fazer a gestão junto da Corregedoria. Recomendo muito que os juízes usem o BI, aprendam a usar a ferramenta para que possam gerenciar melhor sua unidade. Estou encantada com as possibilidades", destaca a magistrada.

Na Vara de Sucessões e Registros Públicos da comarca da Capital, a juíza Maria Paula Kern passou a fazer uso dos dados no planejamento mensal da unidade. As informações, diz a magistrada, são analisadas em videoconferências com a assessoria e a chefia de cartório. "Uso muito o Painel Gerencial da Unidade. Você percebe que foi elaborado por pessoas que costumam trabalhar com gestão e entendem o que acontece no primeiro grau. Tem dados muito corretos, está muito fácil compreender. Além do histórico, ele proporciona que você planeje as atividades futuras", aprova.

Orientação por videoconferência

Com o intuito de ampliar ainda mais a cultura organizacional no Judiciário, a Corregedoria passou a disponibilizar agendamento de videoconferência para que os gestores das unidades possam tirar dúvidas sobre os painéis e receber mentoria voltada ao planejamento interno da unidade, a partir do uso dos dados de jurimetria oferecidos. Para agendar, basta enviar um pedido via Central de Atendimento, direcionado ao Núcleo II

 

PAINÉIS EM NÚMEROS


Gerencial da Unidade
217 unidades com mais de 1,8 mil acessos

Comparativo Unidades
210 unidades com mais de 2,2 mil acessos 

Minha Unidade
325 unidades com mais de 11,4 mil acessos

Movimentação Processual
263 unidades com mais de 5,7 mil acessos

Produção dos Servidores
113 unidades com mais de 260 acessos 

CGJ Produção Bruta
215 unidades com mais de 2,8 mil acessos

CGJ Análise do Acervo
297 unidades com mais de 19,5 mil acessos

Conteúdo: Assessoria de Imprensa/NCI
Responsável: Ângelo Medeiros - Reg. Prof.: SC00445(JP)

Copiar o link desta notícia.