Voltar

Haitiano acusado de tentar matar a própria companheira vai a júri popular em Joinville

O Tribunal da Vara do Júri da comarca de Joinville vai julgar, nesta quinta-feira (12/9), um haitiano (41 anos) acusado de tentativa de feminicídio contra sua companheira (29 anos). A sessão do Tribunal do Júri iniciará às 13 horas e será presidida pelo juiz Gustavo Henrique Aracheski. Esta sessão é aberta ao público.

O episódio aconteceu na noite do dia 10 de janeiro de 2018 quando a moça saía do seu local de trabalho, no bairro Anita Garibaldi. Neste instante, ela foi surpreendida pelo seu companheiro, sendo atingida por diversos golpes de faca, provocando-lhe perfuração torácica e abdominal. As perfurações ocasionaram debilidade permanente da fala.

Segundo acusação do Ministério Público, o crime foi praticado em situação de violência doméstica. Além disso, consta que ele agiu de forma agressiva e violenta por não aceitar o fato da vítima não querer se mudar com o acusado para outra cidade. O delito também foi cometido por meio cruel, pois atingiu várias regiões do corpo (região cervical, torácica, abdome e membro superior esquerdo), causando sofrimento atroz e desnecessária à vítima.

Esta ação dificultou a defesa da vítima, pois o denunciado surpreendeu-a em via pública enquanto a vítima deixava seu local de trabalho. A morte somente não aconteceu porque a vítima recebeu rapidamente atendimento médico. Desde o episódio, o réu está detido no Presídio Regional de Joinville. (Autos nº 0002284-91.2018.8.24.0038)

Conteúdo: Assessoria de Imprensa/NCI
Responsável: Ângelo Medeiros - Reg. Prof.: SC00445(JP)

Copiar o link desta notícia.