Homem que invadiu pizzaria para matar desafeto é condenado a 16 anos de prisão

Dois homens acusados de invadir uma pizzaria em implantação no bairro Líder, em Chapecó, e matar uma das cinco pessoas que trabalhavam no local, após efetuar diversos disparos de arma de fogo, foram julgados pelo Tribunal do Júri neste mês. Um deles foi condenado a 16 anos e quatro meses de reclusão, em regime fechado. Como já estava preso preventivamente, o réu saiu da sessão diretamente para o complexo prisional. 

O outro homem que respondia pelo mesmo crime acabou absolvido por falta de provas. A sessão, que ouviu três testemunhas e se estendeu por 11 horas, foi presidida pelo juiz Jeferson Osvaldo Vieira. Na acusação esteve o promotor de justiça Moacir José Dalmagro. E na defesa atuaram os advogados Cristian Robert Gura, Pâmela Cristine Barbosa Camargo e Sérgio Padilha. O crime ocorreu no dia 22 de dezembro de 2016, praticamente na véspera do Natal, e foi julgado na última sexta-feira (4/10).

Imagens: Divulgação/Assessoria de Imprensa TJSC
Conteúdo: Assessoria de Imprensa/NCI
Responsável: Ângelo Medeiros - Reg. Prof.: SC00445(JP)

Copiar o link desta notícia.