Voltar

Justiça de primeiro grau catarinense consegue reduzir acervo de processos em andamento

Os dados fornecidos pelo Numopede - Núcleo de Monitoramento de Perfil de Demandas e Estatística, órgão vinculado à Corregedoria-Geral da Justiça (CGJ), mostram expressiva diminuição no número de processos em andamento no primeiro grau de jurisdição nos últimos 12 meses.
 
Embora tenham sido ajuizadas no período cerca de 1.037.000 novas ações, considerando processos principais e dependentes e os que ingressaram no sistema eproc, o acervo em andamento no Estado sofreu redução de 175.000 processos, chegando em julho de 2019 a aproximadamente 2.515.000. "O excelente resultado decorre, a meu ver, preponderantemente de três fatores: entrega maior dos magistrados e servidores, grande melhora na estrutura dos gabinetes e secretarias, graças ao acréscimo de assessores e servidores, e apoio da CGJ com seus programas", ressaltou o desembargador Henry Petry Junior, corregedor-geral da Justiça.
 
Ajuizados:
SAJ: 948.835 (848.681 principais e 100.154 dependentes)
eproc: 88.525
Total: 1.037.360
 
Em andamento em julho/2018
SAJ: 2.690.438
 
Em andamento em julho/2019
SAJ: 2.430.703
eproc: 85.346
Total: 2.516.049

 

Conteúdo: Assessoria de Imprensa/NCI
Responsável: Ângelo Medeiros - Reg. Prof.: SC00445(JP)

Copiar o link desta notícia.