Voltar

Magistrado catarinense recebe título de cidadão honorário do município de Três Barras

O juiz catarinense Márcio Schiefler Fontes, conselheiro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), recebeu na semana passada o título de cidadão honorário do município de Três Barras, no planalto norte de Santa Catarina. A homenagem é um reconhecimento pelo trabalho do magistrado, quando atuou como titular da comarca de Canoinhas, de 2011 a 2014.

A sessão, na Câmara Municipal, foi presidida pelo vereador Fabiano José Mendes e contou com a presença do Prefeito de Três Barras, Luiz Shimoguiri. A homenagem ao juiz foi proposta pelo vereador João Francisco Canani: "Ao analisar o juiz no desempenho regular de suas funções, notamos a sua preocupação com o enfrentamento e soluções dos problemas sociais, muitas vezes não percebidas pela população interessada. Um agir anônimo, reservado a grandes almas que conduzem a sociedade pelo caminho do bem e da evolução", enalteceu.

Em seu discurso, o magistrado ressaltou que sua história familiar está relacionada com a de todo o território do Contestado, do qual "Três Barras é vértice". Ele comentou sobre as tropas que passaram pela região e sobre a valentia dos moradores do planalto de Santa Catarina, "uma terra de bravos", definiu. Relatou que "a gente sai daqui achando que Três Barras é um lugar remoto, mas para minha surpresa, quase todo mundo em Brasília sabe sobre a questão do Campo de Instrução Marechal Hermes", referindo-se à unidade do Exército que corta o município.

Além de servidores do Tribunal de Justiça, da comarca de Canoinhas e grande número de lideranças locais, prestigiaram o evento o presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Cid Goulart, as juízas Liliane Midori Yshiba Michels, Dominique Gurtinski e Marilene Granemann de Mello, da comarca de Canoinhas; João Carlos Franco, da comarca de Porto União; Fernando Orestes Rigoni e Rafael Salvan Fernandes, da comarca de Mafra; e Gilmar Lang, da comarca de Itaiópolis. Também estiveram presentes os juízes do trabalho de Canoinhas, Lauro Stankiewicz e Cezar Alberto Martini Toledo, advogados e representantes do Exército, da Polícia Militar e da Polícia Civil.

Conteúdo: Assessoria de Imprensa/NCI
Responsável: Ângelo Medeiros - Reg. Prof.: SC00445(JP)

Copiar o link desta notícia.