Voltar

Rodas de Apoio Virtuais oferecem "ombro amigo" para servidor em home office pela Covid

Desde o início da pandemia da Covid-19, o Poder Judiciário de Santa Catarina (PJSC) atendeu 103 servidores nas 39 Rodas de Apoio Virtuais realizadas nos últimos cinco meses. A ação da Seção Psicossocial Organizacional da Diretoria de Gestão de Pessoas (DGP) é desenvolvida com o objetivo de oferecer momentos de diálogo e escuta empática sobre as dificuldades enfrentadas no cotidiano de trabalho, no contexto do home office. Assim, ela se consolida como um canal de acolhimento aos servidores da Justiça catarinense.

As rodas a distância favorecem o fortalecimento das relações interpessoais e o bem-estar no trabalho. Cada encontro conta com a participação de até quatro servidores e é conduzido por um psicólogo organizacional. Os grupos são formados, sempre que possível, com base em semelhanças dos perfis dos interessados, como por exemplo servidoras com filhos pequenos, servidores que moram sozinhos, gestores entre outros.

Apesar do ponto em comum, cada participante traz sua individualidade e a variedade de experiências e visões de mundo enriquece o encontro e contribui com o aprendizado colaborativo e o apoio social. Na avaliação, cerca de 90% dos participantes afirmaram que as Rodas de Apoio Virtuais proporcionam calma, tranquilidade, leveza, alívio, apoio e sentimentos de pertencimento e de ser cuidado. Ainda, cerca de 80% se sentiram mais confiantes, com maior coragem para lidar com o momento, e tiveram os níveis de ansiedade ou medo reduzidos.

Para saber como participar, fique atento às divulgações realizadas por e-mail e no Portal do Servidor.

 

Perfil dos 103 participantes:

 

81 servidores de comarcas e 22 lotados no Tribunal de Justiça;

83 mulheres, das quais 37 mães;

20 homens, dos quais 14 pais;

15 pessoas que residem sozinhas;

24 servidores que residem com familiares idosos;

2 pessoas com deficiência;

37 gestores.

 

Confira alguns depoimentos:

 

Fiquei muito bem impressionada com o fato do Tribunal ter esse cuidado com os seus servidores, com suas necessidades e seu bem-estar. Fico grata pela oportunidade de ter participado.

 

Trabalho excelente, inovador, que vai ao encontro da humanização do Poder Judiciário.

 

Senti-me acolhida na minha fala e esse acolhimento me proporcionou alívio das emoções, organização mental e também trouxe esperança de que tudo ficará bem; que vamos passar juntos por essa situação.

 

Eu amei a Roda de Apoio, participei por indicação de uma colega, mas meio desconfiada, e foi maravilhoso, expansivo, inovador e muito reconfortante.

 

Acho muito necessário um espaço como este para os servidores, pois o home office por essência é feito de forma solitária, sem que exista troca de experiências entre os colegas. E às vezes a sua frustração é a mesma que a do outro, ou o problema do outro, sendo diferente do seu, o faz enxergar o seu problema de outra forma, possibilitando encontrar formas de amenizar a situação. O ideal seria que cada setor se organizasse e realizasse encontros por videoconferência periodicamente, para que os colegas interajam uns com os outros, sem que a pauta seja diretamente relacionada aos assuntos do trabalho, mas em relação à vivência de cada um nesse período.

Imagens: Divulgação/Assessoria de Artes Visuais NCI
Conteúdo: Assessoria de Imprensa/NCI
Responsável: Ângelo Medeiros - Reg. Prof.: SC00445(JP)

Copiar o link desta notícia.