Voltar

TJ confirma júri para motorista de Jaguar acusado de provocar duas mortes em Gaspar

A 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) confirmou nesta quinta-feira (9/7) a realização de júri popular para o motorista envolvido em acidente de trânsito que resultou na morte de duas pessoas e ferimentos em outras três, na BR-470, em Gaspar. O caso aconteceu em fevereiro do ano passado.

Em matéria sob relatoria do desembargador Alexandre d'Ivanenko, a câmara decidiu, por maioria de votos, manter os termos da sentença de pronúncia. Assim, o réu deverá ser julgado pelos crimes de homicídio consumado por duas vezes e homicídio tentado por três, além do artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro - conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool. Teve voto vencido o desembargador Sidney Eloy Dalabrida, que manifestou-se no sentido de desclassificar as tentativas de homicídio para lesão corporal.

De acordo com os autos, o réu dirigia sob efeito de álcool um Jaguar, que colidiu com outro veículo onde morreram duas jovens e outras três ficaram feridas. Uma filmagem flagrou o Jaguar em zigue-zague e pela contramão antes da colisão. Com a confirmação do júri, caberá ao juízo da comarca de Gaspar promover o agendamento do julgamento, em data ainda a ser confirmada (Recurso em Sentido Estrito n. 0002466-82.2019.8.24.0025).

Conteúdo: Assessoria de Imprensa/NCI
Responsável: Ângelo Medeiros - Reg. Prof.: SC00445(JP)

Copiar o link desta notícia.