Dicas de gestão
null Como desenvolver a criatividade em sua equipe?

A criatividade, conforme mencionado na última Dica de Gestão, vem se destacando como uma característica imprescindível para o enfrentamento dos desafios atuais, porque nos leva a encontrar saídas diferenciadas para os problemas. Ela é cada vez mais valorizada nas organizações por agregar valor ao conhecimento e torná-lo progressivamente mais útil (KAO,1997).

Como o trabalho físico vem sendo encampado por máquinas e o trabalho mental padronizado, delegado à tecnologia, por meio de novos softwares, colaboradores com a capacidade de resolver problemas de maneira criativa serão cada vez mais valorizados (BILICH, 2004).

Ter uma equipe criativa não requer apenas pessoas que criem coisas novas, mas também que consigam lidar com imprevistos e solucionar problemas com mais facilidade e assertividade. Os gestores esperam que grandes ideias nasçam em sua equipe. Mas nem sempre isso acontece, uma vez que a forma como a equipe é conduzida e os recursos a ela disponibilizados influenciam diretamente na criatividade.

O potencial criativo profissional pode ser inibido ou bloqueado pela ausência de estímulo e motivação no exercício da função (BOLSON, 2004). Assim, o líder precisa saber como favorecer o desenvolvimento da criatividade. Para auxiliá-lo, seguem algumas dicas:

  1. Não espere resultados imediatos: A criatividade não é sincronizada com a linha do tempo ou com prazos. Uma equipe criativa geralmente é mais produtiva quando tem tempo suficiente para avaliar um desafio.
  2. Informe os limites: é importante deixar claros os limites e recursos disponíveis para a solução do problema, pois, no processo criativo, as possibilidades são infinitas. Apresentar limites somente após o resultado da criação pode desestimular a equipe.
  3. Promova um ambiente cooperativo: Faça do ambiente de trabalho um local descontraído. Isso facilitará a comunicação, a confiança e a formação de vínculos, fatores que incentivam a criatividade.
  4. Saia da zona de conforto: Para criar algo ou desenvolver uma nova solução, é essencial pensar diferente do habitual. Estimule a equipe a fazer atividades diferentes, trocar de funções e quebrar a rotina.
  5. Promova a autoconfiança: Muitas pessoas deixam de expor suas ideias por medo de serem julgadas. Mostre, por meio de ações e diálogo, que toda ideia é bem-vinda, mesmo que não seja aceita.
  6. Faça brainstorms: reserve um momento com a equipe para agrupar toda e qualquer ideia dos colaboradores, mesmo que pareçam absurdas. Deixe fluir. Quando esgotarem as ideias faça um intervalo. Depois, voltem e comecem a filtrar e desenvolver aquelas que possam ser relevantes.
  7. Priorize o diálogo: Dialogar e trocar opiniões traz sempre bons resultados. Estimule a conversa entre os colaboradores da equipe para que novas ideias possam surgir.
  8. Dê espaço para feedbacks: Quem se arrisca a inovar está sujeito a errar, e isso faz parte do processo. Para evitar que tropeços gerem desânimo, é importante dar feedbacks e abrir espaço para que os colaboradores apontem suas impressões a respeito do processo criativo.
  9. Disponibilize ferramentas de trabalho: Equipamentos e materiais ultrapassados podem comprometer o processo criativo. Busque oferecer uma estrutura física e tecnológica que atenda às necessidades dos colaboradores.
  10. Pausas produtivas: Pequenos intervalos são importantes durante a execução das atividades, pois servem para reenergizar e favorecer o surgimento de novas ideias. 
  11. Comemore as conquistas: Reconhecer e valorizar resultados positivos são ações simples e motivadoras que devem ser praticadas sempre.

É importante ressaltar que desenvolver uma cultura criativa leva tempo e depende, em grande parte, da atitude do gestor. Mãos à obra!

Elaboração
Diretoria de Gestão de Pessoas
Divisão de Desenvolvimento de Pessoas
 
Referências
BILICH, Feruccio. Gestão da Criatividade, Inovação e Conhecimento. In: FERREIRA, Manuel Alberto M.; MENEZES, Rui; CANTANAS, Fernando; et al., Temas em Métodos Quantitativos, 1 ed. Capítulo 1, Lisboa, Portugal, Editora Silabo, 2004.
BOLSON, Eder Luiz. Tchau Patrão. São Paulo: Senac, 2004.
KAO, John. Jamming: A Arte e a Disciplina da Criatividade na Empresa. 1 ed., Rio de Janeiro, Editora Campus, 1997.
PAROLIN; Sonia Regina. A Criatividade nas Organizações: Um estudo Comparativo das Abordagens Sociointeracionistas de Apoio à Gestão Empresarial. Caderno de Pesquisa em Administração, v. 10, n. 1, pp. 09-26, 2003.
PEREIRA Breno Augusto D.; MUSSI; Carlos Wolowski; KANBEEN; Alcina. A Influência da Criatividade para o Sucesso Estratégico Organizacional. In: 23ºEncontro Anual da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Administração, v. 1, pp. 01-10, Foz do Iguaçu, setembro de 1999.
Desenvolver a criatividade. Disponível em: <https://neosdesenvolvimento.com.br/desenvolver-a-criatividade/> Acesso em 27 jan 2021.
Ferramentas para desenvolver a criatividade. Disponível em: <https://www.pontomais.com.br/blog/4-ferramentas-para-desenvolver-a-criatividade-da-equipe> Acesso em 27 jan 2021.
Formas de promover a criatividade na equipe. Disponível em: <https://cio.com.br/gestao/7-formas-de-promover-a-criatividade-na-equipe-de-ti/> Acesso em 28 jan 2021.
Incentivar a criatividade. Disponível em: <https://blog.beerorcoffee.com/2018/05/24/incentivar-a-criatividade/> Acesso em 27 jan 2021
Equipe motivada. Disponível em: <https://www.gruposeres.com.br/equipe-motivada/> Acesso em 29 jan 2021