Dicas de gestão
Voltar Compartilhando o conhecimento

O movimento de "ir trabalhar em casa", decorrente do isolamento social, evidenciou aos gestores e seus colaboradores que ter acesso a informações de qualidade e com segurança é fundamental. O home office demanda do gestor ações que favoreçam a descentralização do trabalho, maior nível de delegação e autonomia dos colaboradores. Neste contexto, o conhecimento sistematizado, seja ele no setor ou na organização, é fundamental para que a tomada de decisão ocorra de forma segura e fundamentada.

O conhecimento organizacional corresponde àquele adquirido pela instituição ao longo do tempo e que torna possível a execução de seus processos de trabalho.

Já a Gestão do Conhecimento, uma das competências gerenciais dos gestores do Poder Judiciário de Santa Catarina, identificada com base nos princípios da Gestão de Pessoas por Competências, é a capacidade de gerenciar, mapear, criar, classificar, multiplicar e reter conhecimentos com efetividade (OLIVEIRA et al.;2006).

Esta competência é aplicada nas seguintes atividades gerenciais:

  • Estimulo ao compartilhamento do conhecimento;
  • Estímulo ao registro de informações, favorecendo a transformação de conhecimento tácito em explícito; 
  • Promoção do acesso a documentos da unidade de trabalho, resguardado o sigilo; 
  • Sistematização da organização do conhecimento na unidade de trabalho; 
  • Atualização constante dos procedimentos; 
  • Inovação na apresentação e disseminação do conhecimento da unidade; e
  • Utilização do conhecimento sistematizado como apoio à tomada de decisão.

Para o desenvolvimento da gestão do conhecimento, por meio das atividades apresentadas, destacamos algumas boas práticas que podem contribuir para a melhoria do desempenho de sua unidade:

  • Criação de manuais descritivos das atividades da unidade de trabalho;
  • Compartilhamento de manuais e documentos em locais estruturados e disponíveis a todos da equipe;
  • Descentralização da atividade de atualização das informações;
  • Criação de canais de comunicação com a equipe e com outras unidades;
  • Organização de dados históricos relacionados às normas e diretrizes do setor;
  • Integração e unificação de bases de dados comuns;
  • Estruturação da informação de forma a possibilitar sua apresentação por meio de interfaces gráficas de fácil compreensão, como por exemplo o PowerBI.

Que tal desenvolver ainda mais esta competência gerencial? Sugestões de cursos, textos e vídeos relacionados ao tema estão disponíveis na página das competências gerenciais. Aproveite esta oportunidade!

Na próxima dica falaremos sobre a importância do Relacionamento Interpessoal. Fique atento às publicações em nosso Portal do Servidor!

Elaboração:
Diretoria de Gestão de Pessoas
Divisão de Desenvolvimento de Pessoas
 
Referências:
OLIVEIRA, M.; GOLDONI, V.; CONSTANTINO, F. Gestão do Conhecimento: pesquisas realizadas e novas oportunidades. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, 26, 2006, Fortaleza... Anais, Fortaleza, ENEGEP, 2006.