Dicas de gestão
null Inteligência política

As competências gerenciais, mapeadas pelo Poder Judiciário catarinense, descrevem conhecimentos, habilidades e atitudes fundamentais para o desenvolvimento profissional dos gestores.

Como alicerce para o exercício dessas competências, existem habilidades que ganham destaque especial, principalmente em cenários que favorecem ou demandam mudanças organizacionais. A mais notória delas provavelmente é a inteligência emocional. Complementar a esta e não menos importante, a inteligência política, habilidade de otimizar soluções e promover mudanças em contextos que envolvem relações humanas e de poder, também se destaca.

Na Grécia Antiga, a política tinha como objetivo a felicidade dos homens. Atualmente, é vista por muitos como, meramente, o ato de articular e exercer o poder dentro de uma nação. Mas a política não se limita a esta definição, pois também está relacionada à ciência da Administração. A partir de um olhar mais amplo, ela acontece a todo momento, em um processo no qual novas ideias são aperfeiçoadas e um futuro melhor é construído a partir de decisões que envolvem relações humanas.

Qualquer pessoa, em qualquer atividade, pode utilizar a inteligência política para criar um ambiente de trabalho mais produtivo e agradável. Agradável porque política não se confunde com politicagem: a primeira diz respeito à forma ética com a qual trabalhamos nossas relações interpessoais e de influência; politicagem, por sua vez, pressupõe manipulação e um ambiente patológico de desconfianças e mentiras. Portanto, quando interpretamos a política como algo pejorativo nos equivocamos, pois ela tem importante papel nas organizações e em nossas vidas. Vale destacar que se eliminarmos a política da instituição, estaremos eliminando sua capacidade de aprender e inovar a partir da diversidade de pontos de vista.

Neste sentido, podemos definir a inteligência política como a capacidade de negociar a partir da compreensão e do gerenciamento das relações de poder, cuidando para que todos os envolvidos saiam ganhando (relação ganha-ganha). Segundo Daniela Gebenlian, ela pode ser desenvolvida a partir de quatro pilares:

  • Autoconhecimento: entender nossas forças e fraquezas e a forma como nos comunicamos, buscando maior assertividade em nossas ações relacionadas aos outros pilares;
  • Leitura do ambiente e do contexto: compreender a cultura organizacional (a oficial e a tácita) e as relações de poder (oficiais e não oficiais);
  • Leitura das pessoas (ou mentes): seguindo o mesmo raciocínio do autoconhecimento, buscar conhecer com profundidade as pessoas para maior assertividade na comunicação e na estratégia;
  • Estratégia: a partir dos três pilares anteriores, cria-se a base para o planejamento e a adequação da comunicação, das ações, dos comportamentos e para a gestão dos relacionamentos.

No ambiente profissional, toda decisão demanda escolhas e, muitas vezes, a necessidade de se avaliar questões que apresentam diferentes e legítimos pontos de vista sobre o que é melhor para a organização. Esta análise, normalmente, inclui uma dimensão política no processo decisório. Nesse contexto, a inteligência política certamente pode contribuir para o alcance de determinados objetivos, em especial, quando estão envolvidas opiniões divergentes ou complementares.

Embora a necessidade de inteligência política seja maior nos altos níveis hierárquicos, o jogo político pode ser identificado em todos os níveis. Desta forma, a única maneira de evitá-lo é manter-se isolado, o que não é uma possibilidade para quem ocupa funções gerenciais.

Desenvolvendo e utilizando sua inteligência política, o gestor pode ser protagonista na construção de pontes para o alcance de objetivos, a partir de relações saudáveis e construtivas, trazendo benefícios para sua equipe, seus pares e, consequentemente, para a instituição.

Elaboração
Alma Serena Barbosa Satto
Bruna Fernandes Alves Cascais
Marcelo Dias e Silva
Diretoria de Gestão de Pessoas
Divisão de Desenvolvimento de Pessoas
 
Referências
O que é inteligência Política. Disponível em:
O Poder da Inteligência Política. Disponível em: <https://gutemberg.com.br/gutemberg/2044-2/> Acesso em 25 jun 2021
Você sabe o que é Inteligência Política? Disponível em: <https://www.linkedin.com/pulse/voc%C3%AA-sabe-o-que-%C3%A9-intelig%C3%AAncia-pol%C3%ADtica-daniela-gebenlian> Acesso em 23 jun 2021
Gestor Protagonista. Disponível em: