Dicas de português
Voltar Transitividade verbal e a preposição sobre

Com que verbos podemos usar a preposição sobre? 

A preposição, como é sabido, serve para ligar dois elementos de uma oração, que, muitas das vezes, pode ser um verbo. 

Não é incomum nos depararmos com o uso das preposições de forma totalmente equivocada, por conta do fenômeno conhecido como anglicismo. Sim, por conta da tradução errônea da estrutura frasal do idioma inglês, passou a ser muito utilizada a expressão “é sobre isso”. Percebam que não há nenhum outro elemento que exija a ligação pela preposição sobre. É sobre, mas o que é sobre isso? Isso? Isso é sobre? Não faz nenhum sentido. 

Da mesma forma é inconcebível o fenômeno das preposições ao final da frase, como por exemplo: “precisamos falar sobre” (we need to talk about). Não seria estranho falar “quero saber onde ela veio de” (I want to know where she came from), ou “ele achou o livro que ele estava procurando por” (he found the book he has looking for). 

A insistência com a preposição sobre tem uma explicação: ela puxou a linha deste fenômeno que tem comprometido sobremaneira a clareza da exposição de ideias no nosso idioma. Deixando as péssimas traduções de lado, que retiram o sentido das frases, convém destacar que também não faz nenhum sentido utilizar preposição nos casos em que o verbo é transitivo direto. 

 A regra é muito óbvia: verbos transitivos diretos não pedem preposição. Com base nesse raciocínio, não há como empregar a preposição sobre (sim, ela de novo) com os verbos estudar, falar, pesquisar, aprender, ler, porque são todos verbos transitivos diretos. 

Será que estamos prestando atenção na regência verbal quando construímos as orações? Estamos respeitando a transitividade dos verbos ou estamos seguindo tendências sem nenhum critério? 

Elaboração: Patrícia Corazza