Dicas de português
null Verbo acontecer

A dica de setembro busca, acima de tudo, chamar a atenção para pequenos detalhes, no escopo de apurarmos nosso olhar para o que escrevemos.

É muito comum o emprego equivocado de alguns termos, inclusive já mencionado em dicas anteriores, tornando-se um padrão na nossa comunicação.

Entretanto, ainda que se releve os erros cometidos na comunicação oral, não se pode minimizar o impacto que o descuido com a língua portuguesa produz na comunicação escrita.

Isso porque, ao lermos determinada expressão, palavra, construção de oração, seja em artigos, sentenças, acórdãos, petições e notícias, concluímos que não há erro algum. E, assim, dissemina-se o mau uso do português no mundo formal e profissional.

O verbo acontecer retrata muito bem a situação aqui apresentada. Isso porque ele possui um significado específico: de suceder de repente; inesperado; imponderável.

No entanto, ele tem sido utilizado no sentido de ser, haver, realizar-se, ocorrer, existir, suceder.

Assim, frases como a manifestação aconteceu um dia antes, o crime aconteceu, estão erradas.

Vale destacar que é cabível o uso do verbo acontecer com os pronomes demonstrativos (este, esse, aquilo, isto, isso), indefinidos (tudo, nada, todos) e interrogativo (que), como nos seguintes exemplos:

Tudo acontece aqui

Isso não aconteceria se ele fosse avisado

Nada acontece sem que ele saiba.

O que aconteceu na cidade?

Nesses casos, ainda que tenha o sentido de ocorrer, existir, realizar-se, não se perde a ideia do imponderável ou do inesperado.

Por fim, é importante ressaltar que o verbo acontecer deve ser conjugado somente nas terceiras pessoas: acontece, aconteceram, aconteceria, acontecessem.

Portanto, o famoso eu aconteço não serve para impressionar ninguém.

 

Fonte: