Dicas de saúde
Voltar Cuide da qualidade do seu sono

SE DORMIR BEM NOS FAZ BEM….ENTÃO VAMOS FALAR DO SONO.

VOCÊ DORME MUITO? OU DORME POUCO?

O sono é extremamente importante para manter as funções do organismo em pleno funcionamento. Ele é responsável por manter o equilíbrio psíquico, emocional e metabólico e recarrega as energias para encarar as atividades do dia a dia.

O desgaste físico e mental que temos durante o dia é recuperado durante o sono.

Uma leve embriaguez é a sensação semelhante, sentida  após uma noite mal dormida. A capacidade de raciocínio e a coordenação motora ficam prejudicadas.

Nosso relógio biológico, programado num ciclo de 24 horas, comanda a mecânica do sono.  Todo o processo é adaptado geneticamente e fatores externos e internos, como tipo de colchão, hábitos, algumas doenças e vida social, afetam o desenvolvimento deste mecanismo.

A melatonina, “hormônio do sono”, é a peça chave dessa sincronia. Assim que o sol se põe, a melatonina começa a agir, é como se o organismo recebesse o aviso de que precisa se preparar para dormir. Quando o ambiente afeta o ritmo biológico, ou seja, não estão sincronizados, impacta na qualidade e quantidade de sono acarretando consequências como sonolência, fadiga, dificuldade de concentração e aprendizado e também aumentando o risco de acidentes.

Dormir demais pode não ser saudável também, podendo ter várias consequências, como dificuldade de atenção e concentração, diminuição da capacidade de planejamento e coordenação motora, prejuízo à memória, crises de ansiedade, fadiga, entre outros.

Outros problemas da sonolência excessiva são exatamente os mesmos dos causados por quem dorme pouco. É evidente de que não só a duração, mas também a qualidade e regularidade tem que estar equilibrados.

Portanto se dormir pouco ou dormir muito é recorrente em sua rotina e isso afeta sua qualidade de vida, procure um profissional médico para uma avaliação.

Melhore seu sono, sua vida agradece.

Tem interesse no assunto?

Para saber mais acesse as cartilhas do sono:

Referências