Dicas de saúde
Voltar O sol e a pele

A pele é o órgão responsável pela cobertura do organismo e sua proteção. Dividida em camadas, compreende a derme e a epiderme: a derme é a camada externa da pele, composta por colágeno, elastina, proteínas e outros que dão sustentação à epiderme. Esta, por sua vez, é a camada mais profunda da pele, composta por queratina, melanócitos e células imunitárias.

Por ser o maior órgão do organismo e o responsável pela sua proteção, a pele requer muitos cuidados. Quando não cuidada, ela pode apresentar vários problemas, como:

  • Câncer de pele: entre os tipos, o Melanoma é o mais agressivo e letal da doença.
  • Ressecamento: provocado pela falta de alimentação natural, que proporciona hidratação à pele, e ainda pela não utilização de hidratantes de origem cosmética ou farmacêutica.
  • Queimadura: provocada pela exposição exagerada ao sol ou ainda por acidentes com substâncias quentes, entre outras.
  • Alterações de coloração: provocada por bronzeamento ou por aparecimento de manchas brancas, ásperas e arredondadas que descamam irregularmente.

Expor-se ao sol diariamente traz benefícios para a saúde - preferencialmente de 15 a 30 minutos, antes das 10 e após as 16 horas -, pois estimula a produção de vitamina D, além de estimular a produção de melanina, melhorar a qualidade do sono, prevenir doenças e aumentar a sensação de bem-estar.

Durante o verão, aumentam as atividades realizadas ao ar livre. A radiação solar incide com mais intensidade sobre a Terra, aumentando os riscos de doenças de pele, por isso a proteção é fundamental.

Como se proteger:

  • Evitar exposição solar das 10 às 16 horas.
  • Aplicar protetor solar e labial todos os dias, não importa qual seja o clima.
  • O protetor solar deve ter proteção UVA e UVB, além de FPS 30 ou superior. Aplique de 15 a 30 minutos antes de sair de casa uma camada generosa, e reaplique a cada duas horas.
  • Saia do sol quando puder e faça pausas à sombra.
  • Use chapéu que cubra orelhas, cabeça e pescoço, além de óculos escuros e roupas compridas.
  • Consulte um dermatologista ao menos uma vez ao ano ou quando notar alguma alteração na pele.
  • Siga hábitos saudáveis, como praticar exercícios regularmente, aumentar a ingestão de líquidos e ter uma dieta rica em frutas, legumes e verduras.
Fonte:
Elaboração: Enfermeira Lairis Hulse. Coren: 58209