Dicas de saúde
Voltar Saúde da mulher

Outubro é o mês em que damos especial atenção à saúde da mulher. Mulher que queremos parabenizar por ser, na grande maioria das vezes, a base da família, por ter um importante papel no mercado de trabalho e ainda, por disponibilizar tempo para cuidar de si. Sim, cuidar de si. Nos nossos exames ocupacionais de 2018 verificamos que a grande maioria das mulheres vai ao médico e faz exames preventivos. Parabéns às servidoras do Poder Judiciário!

Nessa dica de outubro vamos falar um pouquinho mais sobre "se cuidar".

Para prevenir a maioria das doenças não há outra fórmula: além dos exames preventivos, é essencial cultivar hábitos saudáveis, não fumar, alimentar-se bem, praticar atividade física e cuidar do corpo e da mente.

Para cuidar das mamas, são medidas importantes o autoexame de toque à procura de nódulos e visitas periódicas a seu médico, que individualizará os cuidados necessários.

Quanto ao câncer de colo de útero, ele é causado pela infecção persistente por alguns tipos do papilomavírus humano (HPV) que predispõem sua formação. Entretanto, fique tranquila! Ainda que a infecção pelo HPV seja um fator necessário, não é suficiente para o desenvolvimento do câncer cervical uterino. Além disso, já existem vacinas para os sorotipos de HPV mais implicados nesse câncer, que podem ser tomadas por não portadores do vírus.

O exame preventivo, ou Papanicolau, deve ser realizado periodicamente por auxiliar a detectar os primeiros sinais de que se inicia um câncer de colo de útero. Portanto, ele possibilita o diagnóstico precoce e melhores resultados de tratamento.

Há dois fatores de risco importantes que podem ser controlados por uma mudança de hábito: tabagismo e relações sexuais desprevenidas. Se, por um lado, hoje as pessoas já estejam mais cientes dos riscos do cigarro à saúde, por outro, as taxas de doenças sexualmente transmissíveis (DST) vêm aumentando.

Os exames preventivos possuem um importante papel nesse cuidado, mas não são isoladamente suficientes. O preservativo é essencial na prevenção de todas as DST.

Sabe aquele conselho de ir ao médico regularmente? Pois é, ele faz a diferença! Somado a isso, cuidar do corpo, da mente e fazer sexo saudável e seguro são maneiras gostosas de prevenir a maioria das doenças e de sermos mais felizes!

Fontes de Consulta

Instituto Nacional do Câncer, Ministério da Saúde, https://www.inca.gov.br/.
Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis, Ministério da Saúde, http://www.aids.gov.br/pt-br.

Elaboração:  Diretoria de Saúde