Dicas de saúde
Voltar Uso de medicamentos

MITOS E VERDADES SOBRE O USO DE MEDICAMENTOS

Em vez de propagar notícias falsas, vamos combatê-las!
 

1) Todo medicamento tomado em jejum faz mal ao estômago

Mito: Alguns de fato podem acarretar esse problema. Já outros até devem ser ingeridos com o estômago vazio para facilitar a absorção pelo organismo.

Siga a recomendação de um médico ou farmacêutico. E leia a bula, claro.
 

2) Medicamentos podem causar dependência

Verdade: Alguns tipos de medicamentos, como analgésicos do tipo opióide, ansiolíticos e antidepressivos podem causar dependência química, e a interrupção de seu uso pode provocar sintomas característicos da abstinência
 

3) É seguro tomar remédio vencido, mas com aparência normal

Mito: Sempre respeite o prazo de validade. Não há estudos confiáveis que indiquem que os remédios mantêm sua eficácia e segurança após o prazo recomendado. Nesse caso, portanto, não dá para confiar nos seus olhos ou no seu nariz.
 

4) Os medicamentos não devem ser guardados no banheiro

Verdade: Por ser úmido e mais abafado, esse lugar não é a opção ideal. Para que não tenham sua composição alterada, os medicamentos devem ser mantidos em local fresco e arejado, longe da luz e de fontes de calor.
 

5) Fitoterápicos não possuem efeitos colaterais

Mito: Qualquer fármaco pode causar reações adversas, inclusive os tidos como naturais. Além de sobrecarregarem o fígado em casos de consumo excessivo, os fitoterápicos às vezes interagem com substâncias presentes em outras drogas, convencionais ou não.
 

6) Medicamentos utilizados durante a gravidez podem afetar o feto

Verdade:: As substâncias dos medicamentos podem atravessar a placenta e causar efeitos no organismo do feto, por isso é preciso muito cuidado ao se medicar durante a gravidez, seja por via oral ou pela aplicação de pomadas e cremes na pele. A ingestão de qualquer medicamento neste período deve ser feita com acompanhamento médico
 

7) Não é preciso completar o tratamento se os sintomas desaparecerem

Mito: Isso é um perigo! O fim dos sintomas não indica a cura da doença. No caso dos antibióticos, a interrupção do tratamento antes do tempo indicado pelo médico chega a tornar as bactérias mais resistentes.


Elaboração: Vanessa Regina Berenhauser
Farmacêutica -  CRF 4507
Diretoria de Saúde

Fontes: http://www.drogacenter.com.br/conteudo/7-mitos-e-verdades-sobre-o-uso-de medicamentos.html
https://saude.abril.com.br/medicina/dia-da-mentira-5-enganos-comuns-sobre-o-uso-de-remedios/