Dicas de TI
Voltar

Entenda porque a informação é o ativo mais importante de uma organização

Informação é um conjunto de dados organizados, que possam constituir referências sobre um determinado fato ou fenômeno. Por meio dela, resolvemos problemas e tomamos decisões, pois o seu uso racional é a base do conhecimento. 

Portanto, é possível compreender o papel relevante da informação para o sucesso das organizações. Elas estão diretamente relacionadas aos processos organizacionais, na construção do seu negócio, assim como na tomada de decisões tanto no nível estratégico, tático ou operacional. Dessa forma, a informação é considerada o ativo mais importante de uma organização.

O valor da informação, segundo o pensamento teórico, se forma com base nas chamadas sete leis da informação (MOODY & WALSH, 1999):

  • 1ª Lei: a informação é compartilhável.        
  • 2ª Lei: o valor da informação aumenta com o uso.
  • 3ª Lei: a informação é perecível.
  • 4ª Lei: o valor da informação aumenta com a precisão.
  • 5ª Lei: o valor da informação aumenta quando há combinação de informações.
  • 6ª Lei: mais informação não é necessariamente melhor.
  • 7ª Lei: a Informação se multiplica.                                                                                                                              

Nesse contexto, é que as informações precisam ser organizadas, classificadas e protegidas, pois estão sujeitas às mais diversas ameaças: perda, roubo, vazamento, sequestro de dados, ataques cibernéticos, etc. Sendo assim, a segurança da informação é considerada parte vital da governança corporativa, pois permite monitorar, analisar e mitigar esses riscos, para garantir a disponibilidade, integridade, confidencialidade, autenticidade e irretratabilidade das suas informações, consideradas como suas propriedades básicas. 

Você conhece as propriedades básicas da segurança da informação?

CONFIDENCIALIDADE: assegura que a informação só seja acessada por pessoas, órgãos ou sistemas credenciados, ou seja, impede que a informação esteja disponível ou seja divulgada a indivíduos, entidades ou processos sem autorização específica.

INTEGRIDADE: garante a não violação das informações para protegê-las contra alteração, gravação ou exclusão acidental ou proposital. A informação protegida deve ser íntegra, sem sofrer qualquer alteração indevida, não importa por quem e nem em qual etapa, se no processamento ou no envio.

DISPONIBILIDADE: Consiste em fazer com que a informação esteja acessível e utilizável, no momento escolhido por uma pessoa, órgão ou sistema, ou seja, garante o acesso à informação quando requisitado, de acordo com os seus requisitos de disponibilidade.