Dicas financeiras
null Por dentro do Programa Educação Financeira

Você, colega servidor(a) ou magistrado(a), tem alguma dúvida sobre como controlar suas finanças, começar a investir ou investir melhor?

Instituído em agosto de 2020, o Programa de Educação Financeira do Poder Judiciário de Santa Catarina completa o seu primeiro aniversário e pretende se consolidar como um importante instrumento de apoio para uma boa saúde financeira; afinal, além de favorecer o desenvolvimento pessoal, o equilíbrio financeiro contribui para o bem-estar e a redução do estresse.

Para comemorar esta data, no dia 9 de setembro de 2021, às 19h, será realizada uma Live sobre Finanças para Servidores Públicos. O evento contará com a participação de palestrantes convidados para debater o assunto, tirar dúvidas e aproximá-lo(a) de todos os recursos e conteúdos do programa.

Mas, afinal, o que já está disponível no portal do Programa de Educação Financeira? E o que está por vir?

De orientações em vídeos a atendimentos personalizados por videoconferência (basta enviar um e-mail para educacaofinanceira@tjsc.jus.br), o programa possui conteúdos em diversos formatos para auxiliá-lo(a) a planejar suas finanças. Você pode acessá-los a partir do ícone Educação Financeira disponível no lado direito da página principal do Portal do Servidor ou do Portal do Magistrado.

Dentre os conteúdos, destacamos:

  1. Dicas financeiras elaboradas pela equipe do programa, em linguagem simples e direta, sobre os temas mais importantes quando o assunto é controle de gastos pessoais e noções iniciais de investimentos. Até esta dica, já foram publicadas outras doze, com conteúdos que permeiam, por exemplo, a elaboração do orçamento familiar, com a disponibilização de uma planilha para sua organização; a criação da reserva de emergência; a identificação de seu perfil de investidor; e os principais produtos de renda fixa disponíveis no mercado;
  2. Cursos sobre educação financeira de renomadas instituições financeiras e de ensino sobre finanças e investimentos, a exemplo do Banco Central do Brasil, Bolsa de Valores (B3) e da Fundação Getúlio Vargas;
  3. Vídeos curtos, em uma série denominada “Eu e meu dinheiro”, sobre a utilização consciente do dinheiro;
  4. Sugestões de livros que versam sobre como administrar e desenvolver as finanças pessoais;
  5. Publicações sobre o tema, notícias sobre o programa ou que, de algum modo, oferecem orientações relacionadas; e
  6. Toques financeiros em frases pontuais, insights, transcrições de trechos de livros, ou matérias que pretendem levar o leitor à reflexão sobre hábitos de consumo.

Para os próximos meses, o programa pretende lançar o seu Podcast, conversas curtas e descontraídas, porém com muito conteúdo, por meio de episódios periódicos, sobre assuntos que envolvam finanças pessoais, de modo a acolher todas as formas de interação com o seu público-alvo e auxiliar na jornada rumo à estabilidade financeira.

Outra importante ação em andamento é a produção de palestras em vídeos, ministradas por instituições financeiras devidamente credenciadas.

Portanto, como você pode observar, o Programa de Educação Financeira, alinhado com o recém-aprovado Planejamento Estratégico 2021-2026, especialmente no que toca a “promover a saúde, a qualidade de vida, o desenvolvimento humano e a formação profissional para a melhoria contínua” de magistrados e servidores, quer caminhar ao seu lado e está à disposição para auxiliar quando o assunto é organização e planejamento das finanças pessoais!

Quer contribuir com o programa, solicitar atendimento ou sugerir temas para nossas ações? Então mande seu e-mail para educacaofinanceira@tjsc.jus.br.

Elaboração:
Leandro Ambros Gallon
Marcelo Dias e Silva
Equipe do Programa de Educação Financeira