Relotação
O que é
É a mudança de lotação do servidor entre os setores do Tribunal de Justiça ou entre os setores da Comarca. Não ocorre entre Comarcas ou entre Comarca/Tribunal de Justiça.
Como requerer

Nas comarcas os servidores devem entrar em contato com o(a) Chefe(a) da Secretaria do Foro para viabilizar a mudança de lotação.

No Tribunal de Justiça, quando o servidor tem a concordância das chefias de origem e destino ou nos casos de permuta, encaminhar à Seção de Protocolo Administrativo o pedido de relotação, devidamente preenchido e assinado, com a concordância expressa das chefias de origem e de destino.

No Tribunal de Justiça, quando o servidor não tem um setor de destino definido ou não tem a concordância das chefias de origem e/ou destino, preencher o cadastro para relotação e realizar contato com a Seção Psicossocial Organizacional para agendar a entrevista de relotação.

Após a entrevista, caso tenha interesse, o servidor será cadastrado no Banco de Relotações para possibilitar a relotação por permuta.

Ajuste de lotação

O ajuste de lotação é necessário nos casos de movimentação interna no Tribunal de Justiça e no 1º grau. É um procedimento realizado pelo Chefe de Secretaria de Foro (comarcas) ou pelo Diretor da área (Tribunal de Justiça).

Mais informações

Seção de Controle de Cargos
Divisão de Gestão de Cargos
Diretoria de Gestão de Pessoas
E-mail: controledecargos@tjsc.jus.br
Telefone: (48) 3287-7531