Alteração de lotação (artigos 37 e 47, II, "c", da Res. TJ n. 22/2018)

Nos casos de remoção ou relotação do servidor em Teletrabalho, deve-se solicitar o desligamento do teletrabalho na lotação atual e, posteriormente, efetuar novo requerimento de ingresso.

Procedimento do desligamento a requerimento do servidor

O desligamento do Teletrabalho a requerimento do servidor poderá ser solicitado a qualquer momento por e-mail (teletrabalho@tjsc.jus.br), com cópia para o gestor, devendo no pedido informar a data do desligamento e o motivo.

Maiores informações podem ser obtidas através do ícone "Desligamento"

Procedimento de ingresso no Teletrabalho
  • O gestor, magistrado ou diretor, elabora um ofício dirigido ao Diretor de Gestão de Pessoas solicitando o ingresso do servidor no teletrabalho, por determinado prazo (de 6  meses a 1 ano) e incluindo justificativa, que pode ser para qualificar a vida do servidor por alguma razão e também para incremento da produtividade na Unidade. O gestor poderá utilizar o modelo de ofício disponibilizado no ícone "Ingresso".
  • O servidor preenche e assina os questionários e termos de compromisso disponibilizados para download.
  • O servidor deverá providenciar Atestado firmado por médico do trabalho de que o servidor não apresenta contraindicações para o teletrabalho
  • Após, preencher o Formulário de Ingresso no interesse público (disponibilizado no ícone "Ingresso") e anexar os 7 (sete) documentos necessários ao ingresso no teletrabalho em formato pdf.
Mais informações

Equipe do Teletrabalho
Seção de Análise de Cargos
Divisão de Gestão de Cargos
Diretoria de Gestão de Pessoas
E-mail: teletrabalho@tjsc.jus.br
Telefones: (48) 3287-7430, 3287-7588 e 3287-7406