Segurança da Informação

A Segurança da Informação visa garantir a confidencialidade, integridade, disponibilidade e autenticidade das informações que possuem valor para a organização ou o indivíduo, preservando-as de acordo com as suas necessidades. Ela impede o acesso não autorizado, roubo e destruição de informações que devem ser protegidas, não apenas no contexto de sistemas tecnológicos e seus dispositivos, mas em todo e qualquer ativo que contenha uma informação de valor.

As ações relacionadas à segurança da Informação no âmbito da Diretoria de Tecnologia da Informação ficam a cargo da Secretaria de Segurança da Informação e Gestão de Riscos criada pela Resolução GP n. 32/2019.

Principais notícias de portais especializados

Você conhece as propriedades básicas da segurança da informação?

  • CONFIDENCIALIDADE: assegura que a informação só seja acessada por pessoas, órgãos ou sistemas credenciados, ou seja, impede que a informação esteja disponível ou seja divulgada a indivíduos, entidades ou processos sem autorização específica.
  • INTEGRIDADE: garante a não violação das informações para protegê-las contra alteração, gravação ou exclusão acidental ou proposital. A informação protegida deve ser íntegra, sem sofrer qualquer alteração indevida, não importa por quem e nem em qual etapa, se no processamento ou no envio.
  • DISPONIBILIDADE: consiste em fazer com que a informação esteja acessível e utilizável, no momento escolhido por uma pessoa, órgão ou sistema, ou seja, garante o acesso à informação quando requisitado, de acordo com os seus requisitos de disponibilidade.