Dicas de português
Voltar

Sob e sobre

As preposições, no português, servem para ligar os elementos da oração que possuem alguma relação, sem olvidar que a oração é composta pelos seguintes elementos, na ordem direta: sujeito + predicado + complemento.

Em muitos casos, a ordem dos elementos é invertida, inclusive em relação às preposições. Assim, tem-se que a preposição pode aparecer no início do período, o que não está incorreto, desde que ela venha separada por vírgula. Consequentemente, as preposições sobre e sob acompanham a premissa em questão. Veja-se, por exemplo, a conhecida expressão sob o crivo do contraditório, comumente utilizada no início de parágrafos de decisões judiciais ou petições.

Além da importância da vírgula na inversão dos elementos da oração, é preciso atentar para outro aspecto das preposições sobre e sob: a confusão quanto ao significado de cada uma e seu uso incorreto na construção dos textos. Trata-se, na realidade, de um erro grotesco, tendo em vista que a única semelhança que guardam é o fato de serem preposições com grafia parecidas.

Sobre é a preposição que significa algo que está por cima, traz a ideia de posição superior. Além disso, pode também substituir a locução prepositiva acerca de.

Sob, por sua vez, indica algo que está debaixo, em posição de inferioridade em relação a alguma coisa ou alguém.

Daí a impossibilidade da substituição de uma por outra, em razão de possuírem significados opostos. Não existe, portanto, sobre o crivo do contraditório ou sobre a égide de referida lei, razão pela qual a atenção deve ser redobrada para evitar tais construções.

Elaboração
Patrícia Corazza