Voltar

Cúpula diretiva faz reunião virtual com juízes de três comarcas da Grande Florianópolis

A tarde de ontem (6/8) foi reservada ao encontro da Presidência do Poder Judiciário de Santa Catarina (PJSC) e de membros do corpo diretivo com magistrados das comarcas de Biguaçu, Palhoça e Santo Amaro da Imperatriz, na Grande Florianópolis. O contato foi estabelecido por videoconferência, dando sequência às visitas virtuais do presidente Ricardo Roesler às unidades do Judiciário em todo o Estado. Além de levar novas informações e prestar esclarecimentos aos juízes, o momento foi oportuno para o registro das demandas, pleitos e demais manifestações dos representantes dessas três comarcas.

Na oportunidade, Roesler observou que os desafios enfrentados em meio à pandemia do novo coronavírus tornaram ainda mais importantes as ações centradas nos três pilares adotados pela administração: informação, integração e inovação. Esses três eixos, reforçou o presidente, são complementados pelos princípios de solidariedade e corresponsabilidade, aliados ao exercício permanente do diálogo. "Desde o início, trabalhamos essas três palavras-chave com muito diálogo. Sempre a costura é o diálogo. É isso o que estamos fazendo a todo momento, incessantemente. Podemos errar, acertar, mas vamos dialogar muito e jamais nos omitiremos", anunciou. O enfrentamento da crise, destacou Roesler, tem sido sustentado com base em informações, dados e levantamentos científicos. O presidente do Judiciário catarinense destacou as medidas tomadas para preservar o orçamento e minimizar os impactos sofridos na arrecadação.

Também manifestou sua gratidão e reconhecimento aos elevados índices de produtividade observados desde o início da pandemia. A preservação da saúde e a continuidade dos trabalhos, declarou Roesler, foram objetivos alcançados graças ao esforço coletivo. "Estas duas variáveis só foram possíveis pela compreensão, dedicação e competência do nosso quadro de magistrados e servidores. Outra variável essencial foi o grande avanço tecnológico que tivemos no Judiciário, sobretudo nos últimos dois anos", cumprimentou.

O desembargador João Henrique Blasi, 1º vice-presidente do PJSC, e a corregedora-geral da Justiça, desembargadora Soraya Nunes Lins, trouxeram detalhes das ações realizadas sob suas atribuições. Da mesma forma contribuíram os juízes auxiliares da Presidência Cláudio Eduardo Regis de Figueiredo e Silva e Carolina Ranzolin Nerbass, além do juiz-corregedor Jaber Farah Filho. Também participaram do encontro o desembargador Osmar Nunes Júnior e a juíza Jussara Schittler dos Santos Wandscheer, presidente da AMC.

O QUE MANIFESTARAM OS MAGISTRADOS

"Gostaria de registrar meu agradecimento pela forma competente com que o Tribunal tem lidado com esta pandemia. Os números mostram como o Tribunal tem lidado bem com a situação. De forma rápida, conseguiu se adaptar ao novo cenário. Hoje, estamos conseguindo atuar bem em todos os processos, dar conta de toda a demanda com os servidores que temos. Os servidores foram fundamentais para que isso desse certo. Todos têm se empenhado muito para aumentar a produtividade e manter o trabalho em dia." Juiz Cesar Augusto Vivan, diretor do foro da comarca de Biguaçu

"Na comarca de Palhoça, as coisas estão andando bem. Temos uma força de trabalho que permite dar conta do serviço que nos é trazido todos os dias. Quero agradecer imensamente pela atenção, cuidado e zelo que a Presidência do Tribunal e a Corregedoria têm demonstrado conosco, juízes e servidores. Me sinto realmente protegido, confortado com todo o aparato de orientação e informação que o Tribunal nos tem fornecido." Juiz Ezequiel Garcia, comarca de Palhoça

"O cuidado que toda a administração tem adotado ao planejar o retorno gradual tem sido muito confortante para os magistrados e servidores. A maneira com que o Tribunal tem cuidado disso nos passa muita tranquilidade. Fica nosso agradecimento pela condução. Desejo que passemos por isso tudo de maneira rápida e possamos nos encontrar em breve." Juiz Maximiliano Losso Bunn, comarca de Palhoça

"Me sinto muito feliz e honrado por participar da magistratura catarinense. São todos colegas muito trabalhadores e operosos. Quero agradecer a todos os colegas da comarca de Palhoça, que me receberam de forma muito acolhedora." Juiz Fúlvio Borges Filho, comarca de Palhoça

"Estamos todos nos adaptando ao novo comum. Bate uma saudade muito grande de trabalhar no Fórum, rever os funcionários. Só tenho a agradecer o bom contato que temos com a Presidência e a Corregedoria. Estão sempre nos auxiliando, este canal de comunicação é muito bom. Nos fortalece a continuar trabalhando." Juiz Murilo Consalter, comarca de Palhoça

"Parabenizo ao senhor presidente por sua condução do Judiciário nesse momento tão difícil. A gestão tem feito um grande papel, o senhor tem sido um grande líder nesse momento difícil. Nos momentos difíceis é que os grandes líderes aparecem. Da mesma forma com que o Tribunal tem feito um grande esforço para tentar atender aos nossos interesses, acho que a instituição também tem sido recompensada com a grande produtividade que os servidores e juízes têm demonstrado." Juiz André Augusto Messias Fonseca, comarca de Palhoça

"Queria cumprimentar a Corregedoria pelo apoio que recebi sempre dos juízes auxiliares. Todos com a mesma fala da desembargadora Soraya, no sentido de auxiliar, o que demonstra uma unidade de equipe que tem de ser elogiada. Queria também parabenizar ao presidente pela sensibilidade no momento de promover as 'Mães do Judiciário'. Semana passada entraram em contato comigo para o encerramento do programa. Entendi o que era o programa, o apoio e o respeito apresentado com as mães recentes." Juíza Fabiane Alice Gerent, diretora do foro da comarca de Santo Amaro da Imperatriz

"Faço um reconhecimento pessoal e de agradecimento pela forma como a administração do Tribunal atuou. De forma rápida, quase cirúrgica, e bastante competente desde março, quando surgiu a pandemia. E que vem liderando a magistratura catarinense durante todo esse período. A produção do Judiciário catarinense mostra a forma competente como a Presidência, ao lado da Corregedoria, vem nos guiando nesse mar de tempestades." Juíza Maria de Lourdes Simas Porto, comarca de Santo Amaro da Imperatriz

"Acredito que poderíamos manter com enormes vantagens o teleatendimento aos advogados. Muito possivelmente, uma das razões pelas quais o desempenho e a produtividade têm aumentado é o fato de não precisarmos, a todo momento, ser interrompidos por telefone ou no atendimento presencial. Sem dúvida melhorou nossa capacidade de trabalho, temos menos distrações. Agradeço a oportunidade de a Presidência estar nos ouvindo e ter vindo ao nosso encontro." Juiz Luís Felipe Canever, comarca de Palhoça

Conteúdo: Assessoria de Imprensa/NCI
Responsável: Ângelo Medeiros - Reg. Prof.: SC00445(JP)

Copiar o link desta notícia.