Voltar

TJSC define as ações de capacitação e de integração entre o eproc e o sistema da PM

Após a reunião de apresentação do novo sistema eletrônico de processos (eproc) para o comando da Polícia Militar (PMSC) na semana passada (6/9), o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) sediou nesta terça-feira (10/9) a primeira reunião de trabalho com os técnicos do Judiciário e integrantes do Centro de Inovação da PM. Segundo o Diretor de Suporte à Jurisdição de Primeiro Grau (DSJPG/TJSC), Marcos Raccioppi, foram definidas em conjunto as ações de capacitação e de integração entre os sistemas. A corporação estará capacitada até o dia 7 de outubro.

Disponibilizado gratuitamente pelo Tribunal Regional Federal da 4a Região (TRF4), o eproc é um sistema mais seguro, ágil, eficiente e inclusivo. Atualmente, a implantação é realizada na competência criminal. Com o eproc, a Polícia Militar vai utilizar basicamente quatro tópicos: peticionamento de iniciais, de intermediárias (ofícios, manifestações), consulta processual e recebimento de intimações.

A nova ferramenta aproxima os policiais militares dos magistrados e padroniza o relacionamento entre o Judiciário catarinense, entidades e órgãos de Estado. "A primeira reunião de trabalho entre as equipes técnicas foi muito proveitosa para definições importantes relativas ao uso do eproc pela Polícia Militar. O Tribunal de Justiça pôs à disposição da PM toda estrutura voltada à capacitação dos usuários e configuração do novo sistema para a polícia. Definimos um calendário de ações até o dia 7 de outubro, para garantir que os usuários do eproc na Policia Militar em todo Estado estejam aptos a operar o sistema, fazendo uso de todas as suas facilidades", disse Raccioppi.

Na primeira reunião foram definidas as datas de capacitação presencial dos usuários do eproc na PMSC, nos diversos perfis de atuação. Haverá também a produção de material em vídeo e tutoriais escritos. A Polícia Militar foi representada pelo major Joamir Rogerio Campos, chefe do Centro de Inovação da PM, pela major Carolina Maria Bachmann e pelo sargento Gabriel. Também participaram da reunião servidores da Assessoria de Planejamento (Asplan/TJSC), da Academia Judicial, da Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI/TJSC) e membros da frente de implantação da competência criminal do eproc.

Conteúdo: Assessoria de Imprensa/NCI
Responsável: Ângelo Medeiros - Reg. Prof.: SC00445(JP)

Copiar o link desta notícia.